Buscar
  • Atelier Dental

Polissonografia Domiciliar: Diagnóstico em Casa



As pesquisas indicam que 63% dos brasileiros possuem algum problema relacionado ao sono. Os sintomas são muitos: desde pressão alta e cansaço extremo durante o dia ao risco aumentado de derrames e infartos. Apesar da gravidade, o diagnóstico e o tratamento desses problemas estão cada vez mais acessíveis. A Polissonografia Domiciliar é um bom exemplo disso.


A Polissonografia é um exame usado para monitorar os ciclos de sono e diagnosticar distúrbios. Até pouco tempo atrás, existia apenas uma forma de realizá-la. O paciente precisava dormir uma noite na clínica para ter todos os seus dados registrados. Isso gerava ansiedade e algumas pessoas não se sentiam confortáveis. No entanto, fazer o exame no conforto da própria casa, com total privacidade, já é possível. É uma alternativa oferecida pelos centros mais modernos de medicina e de odontologia do sono.


Exame Indolor


Os sensores que captam os dados necessários para a Polissonografia Domiciliar são fixados no corpo do paciente. Eles gravam as ondas cerebrais, o nível de oxigênio no sangue, número de batimentos cardíacos, frequência respiratória, entre outras informações. Dessa forma, o especialista pode medir as fases do sono, sua profundidade, quantidade de sono REM (fase em que ocorrem os sonhos), passagem de ar pela boca/nariz, movimentos de tórax e fazer o melhor diagnóstico.


O exame é completamente indolor. Todos os sensores usados durante e Polissonografia Domiciliar são fixados com adesivos, o que permite ao paciente se movimentar durante o sono. Agulhas ou instrumentos semelhantes não são usados.


Da clínica para a casa


Como vimos, dormir fora de casa pode ser um problema - especialmente em um ambiente não habitual. Diferenças de colchão, travesseiro e o fato de estar sendo monitorado representam uma barreira para a realização do exame para muitas pessoas. Os horários de funcionamento das clínicas também podem interferir na satisfação e nos resultados. Pessoas que costumam dormir e acordar tarde precisam se adaptar ao horário dos centros de saúde. Com a Polissonografia Domiciliar, essas dificuldades não existem mais.


Na data marcada, o paciente vai até a clínica para retirar o equipamento. Lá, recebe todas as instruções do médico ou dentista do sono para a realização do exame. Basta ir para casa, ligar o aparelho e dormir. No dia seguinte, deve seguir as orientações do profissional e levar o aparelho com os seus dados para a clínica.


Conforto e precisão com a Polissonografia Domiciliar


A tecnologia dos aparelhos de Polissonografia Domiciliar já foi comprovada cientificamente. Ela é muito parecida com a Polissonografia tradicional, com a vantagem de ser mais confortável. Entretanto, para que tudo corra como o planejado, é preciso tomar alguns cuidados, como:


  • Não consumir álcool nem cafeína no dia da Polissonografia. Estas substâncias podem modificar o padrão do seu sono, deixar os sintomas ainda piores do que realmente são e comprometer os resultados.

  • Não utilizar cremes no corpo, como hidratantes corporais, no dia do exame. Esses produtos podem interferir na fixação dos eletrodos.

  • Informar sobre o uso regular de medicamentos (inclusive as medicações que induzem ao sono). O profissional irá decidir sobre a necessidade ou não da interrupção do consumo destas substâncias.


Se você sofre com ronco, bruxismo, apneia do sono - ou conhece alguém com estes distúrbios - procure um especialista em Sono. Médicos e Dentistas do Sono podem ajudar. A Polissonografia Domiciliar é apenas um dos vários recursos disponíveis para contribuir com a saúde. Os tratamentos estão cada vez mais rápidos, acessíveis e seguros.


No Atelier Dental, dispomos de polissonografia domiciliar e de profissionais especialistas em Odontologia do Sono. Realizamos desde o diagnóstico ao tratamento de distúrbios como ronco, apneia e bruxismo. Conte conosco para dormir bem e viver melhor.


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo